Seguidores...

quarta-feira, 10 de setembro de 2008

Alzheimer - Se Bem Me Lembro (Lembranças De Menos)

Um lugar parado no tempo
Cheio de lembranças empoeiradas
Avisos em neon piscando lentos
Buracos entranhados feito estradas

Um lugar velho e aconchegante
Cheio de rostos, figuras e lugares
Uma letra antiga de um hit dançante
E um prédio de cinco andares

Uma guitarra jogada num canto qualquer
Tardes com a turma no Bar Beira Rio
O primeiro beijo e a primeira mulher
O primeiro cigarro, o primeiro vício

Um lugar que hoje é só meu
Pessoas que já não reconheço
Às vezes penso que o mundo enlouqueceu
Tudo que lembro é que sempre esqueço

3 comentários:

Robert Portoquá disse...

Um poema forte e que nos deixa a refletir
E a curtir nostalgias reais e imaginárias.
Sinto-me como vivenciando cada relato
Como fazendo parte de cada cena.
Um objeto, um instrumento, um ato, um átomo...

Adriana Costa disse...

Rangel,
em reconhecimento da tua belíssima obra poética e musical ofereço-te um "selo virtual", faça uma visitinha no meu blog e fique à vontade para aceitá-lo.

Com Flores @>--

Annabel M. Z. disse...

Hola, vengo desde el blog de Adriana Costa. Un placer descubrir su música.

Saludos desde España.