Seguidores...

Arquivo do blog...

quarta-feira, 25 de julho de 2007

Silêncio - Quando Acho Lá Em Casa - Surpresa...

Silêncio é um muro alto
Que a gente sobe pra ter paz
Ficar lá em cima
Longe de tudo
Longe de todos
Ninguém mais.

Silêncio é pedra rara
A beleza do diamante
É surpresa impressionante
Quando acho lá em casa

Silêncio é arma de inocente
É culpa de ladrão
Silêncio é dor que não se sente
É alma em oração

2 comentários:

Reidamali disse...

Belos versos, parecem que sentem mesmo a falta do silêncio, parece mesmo que busca o silêncio! como faz falta o silêncio, às vezes... rsrsrsrs

um abraço!

Rangel Castilho disse...

Valeu, Reirei!!!!